Primeiro Fim de Semana de Bienal! Como Foi?

Pessoal,
quero compartilhar com vocês uma das experiências mais fantásticas que já vivi: participar, como autor, de uma Bienal!

Palladinum em meio aos sucessos da Llyr Editorial!

O estande da Vermelho Marinho inovou este ano ao abrir espaço para outras editoras que investem nos autores nacionais. Quem for ao estande na Bienal também encontrará títulos da Draco, Tarja Editorial, Primavera Editorial, entre outras.

Na sexta-feira, mesmo com pouco movimento, foi incrível poder interagir com leitores apaixonados por fantasia, interessados em conhecer a história de Palladinum. Contar a sinopse do livro para pessoas de diferentes idades e gostos foi bastante divertido, principalmente por ter me permitido analisar as reações de cada um.

As crianças ouviam fascinadas meus relatos sobre como escrevi o livro, quanto tempo levei, como criei cada membro da Turma da Página Pirata. As que não tinham dinheiro para comprar o livro faziam questão de levar ao menos um marcador autografado, de tirar uma foto… É lindo ver como as crianças e os jovens que gostam de ler ficam admiradas e encantadas com o fato de estarem diante de um autor brasileiro que escreveu um livro com o qual elas se identificaram, mesmo sem o terem lido ainda. Ver a empolgação de dois irmãos (um de 8 e outro de 10) saindo do estande com o livro autografado nas mãos e disputando quem iria ler o livro primeiro foi… Ah, nem sei explicar. Acho que só quem já passou por isso sabe como é.

Exercitando a arte milenar de “vender o peixe” rsrs

Além das crianças, conheci um monte de pessoas bacanas, blogueiros, amantes do gênero fantasia / aventura, curiosos, enfim, pessoas que se interessaram por meu livro pelo que viram na feira ou ouviram falar na Internet, fosse em resenhas, entrevistas ou nas redes sociais. Claro, também foram muitos os que torceram o nariz, por não gostarem de fantasia, por não gostarem de infanto-juvenil, mas a esses sou também grato por terem demonstrado interesse em ouvir! =)

Autografando

Autografando…

O sábado foi um dia MUITO cheio na Bienal. Vários eventos aconteceram pela feira, só no estande da Vermelho Marinho tivemos duas sessões de autógrafos. O resultado é que o estoque de Palladinuns foi reduzindo até restarem apenas 3 livros. No domingo, quando retornei à feira apenas para passear (e *cof-cof* gastar) acabei autografando mais dois livros (feliz da vida). Até sábado que vem chegarão mais livros, ainda bem! =)

Claro que autor é também leitor, tiete, fã, e tratei de desemprenhar cada um desses papéis na Bienal! Quando não podia deixar o estande, pedia para a Carol, minha esposa, ir aos eventos por mim. Foi assim que consegui o autógrafo em O Inverno das Fadas, de Carolina Munhóz. Corri atrás do autógrafo do Raphael Draccon, que lançou Fios de Prata na Bienal, mas a fila era tão grande, mas tão grande, que tive que deixar para autografar aqui no Rio depois! Quando voltei para o estande da Vermelho Marinho ainda levei bronca pois tinha gente me esperando há um tempão para autografar! XD

Eu e a patroa nos divertimos com a Thalita Rebouças, tiramos fotos com Gandalf e Bilbo, com Ezzio Auditore… Enfim, foi uma farra!

Não deixem de ir à Bienal, é uma experiência fantástica. Levem seus filhos, a formação de leitores começa cedo, e é tão bom ver crianças que AMAM ler. Só elas sabem quão maravilhoso é descobrir mundos cheios de vida escondidos nas páginas de um livro. Adoro filmes e videogames, mas acredito que a leitura permite uma imersão muito maior com a história que está sendo contada. E o texto é a base de qualquer outra mídia, portanto, se o jovem quer um dia contar suas próprias histórias, seja em qual mídia for, o prazer pela leitura é fundamental.

Encerro o post de hoje com algumas fotos da feira. Espero conhecer novos amigos e rever pessoas no próximo sábado, dia 18/08. Estarei autografando  no estande da Vermelho Marinho (O-69) a partir das 13h! Ah, e às 15h estarei no estande da Biblioteca Nacional (M-40) ao lado de Ana Cristina Rodrigues falando sobre a experiência de escrever para jovens. Aguardo vocês lá!!!

Um abraço,
Marcelo Amaral.

We cannot display this gallery

Comentário

comentário(s)